Como cálcular os gastos dentro do Consultório Odontológico



Hoje vamos falar sobre o valor do consumo de materiais dentro dos consultórios, pois, a utilização de materiais, em grande ou pequena escala, é uma rotina em qualquer consultório ou clínica odontológica. Porém, poucos profissionais param para calcular separadamente de que forma cada material se apresenta no contexto de cada procedimento.


É preciso ressaltar que cada material é considerado produto de custo variável e muitas vezes representam uma porcentagem pequena no valor final de cada procedimento. Mas, apesar disso, é importante saber calcular tal percentual a fim de determinar o preço do serviço total. Primeiramente, você precisa definir o que são os custos variáveis e o que são os custos fixos, para que então possa calcular o valor do procedimento com a taxa de lucro, para isso, utilize a seguinte fórmula:


CUSTO VARIÁVEL + CUSTO FIXO + LUCRO = VALOR DO PROCEDIMENTO


Para garantir um melhor entendimento, abaixo vamos citar o que é cada um dos custos citados na formula acima:


Custo Variáveis

Dentro de custos variáveis você irá colocar os materiais, imposto de renda, gastos com protéticos e o percentual pago aos profissionais.

Custo fixo

Já em custos fixos encaixa-se os valores da equipe, predial, equipamentos, informática, marketing, formação profissional e o consumo de água/luz e condomínio (caso exista). Lucro

Em lucro você deve colocar todo ganho ou vantagem que quer atingir. Pode ser considerado como o retorno positivo de um investimento, por isso, é preciso o cálculo dos gastos que determinado procedimento exigiu.


Definido isso, é preciso a elaboração do cálculo dos custos dos materiais, para isso, você pode contar com uma confecção de uma tabela do Excel, onde devem ser inseridos todos os gastos efetuados em determinado procedimento. Para facilitar o cálculo, disponibilizamos um modelo de planilha com todas as fórmulas inseridas.

Explicando a planilha:

  • Na 1ª coluna devem ser colocados todos os materiais utilizados;

  • Nas colunas seguintes o valor da caixa, quantidade de caixas, o valor unitário e, por último, a quantidade utilizada;

  • Em seguida, dividimos o valor da caixa pela quantidade de produto existente na caixa, para determinar o valor unitário;

  • Depois multiplicamos tal valor pela quantidade utilizada, chegando ao valor total;

  • Por fim, é necessário somar o valor total de todos os itens, para visualizar o custo dos materiais.



Você pode utilizar este modelo de planilha para o cálculo de qualquer procedimento que será realizado dentro de seu consultório, o que irá facilitar seu calculo final na hora de passar o orçamento para o cliente.


Faça o download da planilha aqui.


95 visualizações0 comentário